DOE

Distribuição de 115 mil cartilhas muçulmanas pode captar 7 milhões via Lei Rouanet

A farra com o dinheiro dos pagadores de impostos feita pelo Ministério da Cultura (MinC) continua. O MinC ofereceu, ainda sob o governo Dilma Rousseff, parecer favorável para a captação via Lei Rouanet de R$ 7.095.007,39 para a organização da exposição “1001 Invenções: descobrindo o duradouro legado da civilização muçulmana”, idealizada pelo “1001 Inventions Ltda”, de Londres (Reino Unido), a ser realizada no “Catavento Cultural e Educacional”, em São Paulo, no período de 29/08/2017 a 03/12/2017. Resta apenas que a Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) aprove o parecer em sua 245a reunião, a qual deve acontecer nos próximos dias 7 a 9 de junho, em Brasília.

De acordo com a justificativa oferecida pelo projeto (e aprovada pelo MinC), “O projeto foi idealizado por Ahmed Salim, um jordaniano radicado em Londres, com a finalidade de descortinar esse passado (muçulmano) encoberto pelos acontecimentos atuais e pelo próprio modo como foi contada a história ocidental.” Além da exposição, que deve durar três meses, o projeto também prevê a entrega de 115 mil cartilhas para os estudantes de 7 a 17 anos que visitarem a exposição.

Compartilhe nas redes sociais:

Mais Recentes

Jaboatão dos Guararapes se torna a cidade com mais Liberdade para Trabalhar do Brasil com apoio do ILISP
No dia 13 de novembro de...
Presidente do ILISP conversa com governador de Goiás para aumentar Liberdade para Trabalhar no estado
O presidente do ILISP Marcelo Faria...
Projeto do ILISP é considerado um dos 6 melhores do mundo e concorrerá a prêmio mundial
O projeto Liberdade para Trabalhar do...
Estado do Paraná regula Lei de Liberdade Econômica com apoio do ILISP
O governador Carlos Massa Ratinho Junior...
Bagé-RS recebe prêmio como município com mais Liberdade para Trabalhar no Brasil
A cidade de Bagé, no Rio...
Fórum Liberal 2023: Boa Vista-RR recebe prêmio de capital com mais Liberdade para Trabalhar
A capital de Roraima, Boa Vista,...