DOE

Dória quer parceria para empregar 20 mil moradores de rua no setor privado

Sem usar dinheiro público, o prefeito de São Paulo, João Doria, vai lançar, no próximo dia 21, o programa Trabalho Novo para empregar pessoas que estão hoje na condição de moradores de rua. Doria acertou parceria com os sindicatos de conservação e limpeza da cidade para que reservem vagas de varredores nas empresas privadas do setor para atender o programa. A meta é conseguir empregar 20 mil pessoas até 31 de dezembro. As empresas pagarão salário mínimo mensal (R$ 937), além de vantagens, como plano de saúde.

Para conseguir a vaga, os candidatos terão de se comprometer a deixar as ruas em até 90 dias. Uma opção será morar nos antigos albergues, que passarão a se chamar Espaço Vida.

O governo estadual também será parceiro no programa, cedendo serviços do Poupatempo para que os moradores de rua consigam obter documentos necessários para sua contratação.

Doria acha que a iniciativa é o começo da “conquista de dignidade” para os moradores de rua.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!