DOE

Empresa é obrigada a retirar papinha do mercado por não ter selo da Anvisa

Mesmo tendo solicitado o pedido de registro na estatal Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em 2013, e tendo feito várias solicitações posteriores, a fabricação, distribuição, comercialização e divulgação dos produtos da marca Faz Bem (Papinhas de Frutas, Papazinhos e Papinhas Orgânicas) foi proibida pela própria Anvisa.

Além de deter o monopólio sobre vários segmentos do mercado nacional, o estado regula o que pode ser comercializado ou não, impedindo a geração de novos empregos, perseguindo empreendedores e garantindo que somente as empresas corporativistas – amigas do estado e anti-capitalistas – possam atuar no setor.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!