DOE

Filme brasileiro que custou 1,2 milhão dos pagadores de impostos foi assistido por 2720 pessoas

Em mais uma amostra de como o cinema brasileiro vive às custas do dinheiro dos pagadores de impostos e não tem a menor preocupação com o público que levará aos cinemas, o documentário “Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil” captou 1,2 milhão de reais dos pagadores de impostos brasileiros por meio da lei de Audiovisual e ainda pode obter mais 1 milhão de reais para realizar um filme que não possui qualquer demanda pelo público: ficando apenas duas semanas em cartaz, o filme levou apenas 2720 pessoas aos cinemas.

A Lei do Audiovisual funciona por meio da “renúncia fiscal” de impostos que seriam pagos pelas empresas mas que são destinados a projetos selecionados pela Ancine, num modelo similar à Lei Rouanet. Na medida em que tais impostos já foram pagos pelos consumidores nos produtos e serviços consumidos destas empresas, se trata, na prática, de dinheiro dos pagadores de impostos destinado aos projetos de amigos do estado.

O documentário contou com a coprodução da Globo Filmes e leva o logo do canal de jornalismo das Organizações Globo, o GloboNews. Além disso, constam como únicos patrocinadores do documentário os bancos estatais BNDES e BRDE.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!