DOE

França proíbe vídeo sobre Síndrome de Down para evitar traumas às mães que abortaram

O vídeo “Dear Future Mom” (“Querida Futura Mamãe”), criado pela CoorDown, organização italiana de defesa das pessoas com Síndrome de Down, em resposta à carta de uma grávida que havia recebido a notícia de que seu filho nasceria com a síndrome, teve sua veiculação na televisão francesa proibida pelo estado.

O vídeo, mundialmente aclamado e premiado, já foi visto por 8 milhões de pessoas no Youtube e possui uma mensagem simples: “todos têm o direito de buscarem a felicidade”. Mas a mensagem do vídeo foi considerada ofensiva pelo “Conselho de Estado da França” (France’s Counseil d’Etat), que o considerou inapropriado por “causar distúrbios à consciência das mulheres que abortaram”.

Na França, 92% dos bebês diagnosticados com Síndrome de Down durante a gestação são abortados.

Direito à vida
O ILISP participou da audiência pública do STF sobre o aborto e continuará atuando no tribunal e outras instâncias para defender o direito à vida. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar a defender o direito à vida podem fazê-lo por meio do botão abaixo:



Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!