DOE

Governo acaba com bolsa para estudar cinema em Cuba que existia há 30 anos

O governo brasileiro encerrou, no começo desse ano, o financiamento para aqueles que desejassem estudar na Escola de Cinema e TV de Cuba (EICTV). Por meio da Secretaria do Audiovisual, o Ministério da Cultura (MinC) financiava, com o dinheiro dos pagadores de impostos brasileiros, bolsas de € 11.250,00 (R$ 38.000,00) para estudantes de cinema que quisessem “ir pra Cuba” estudar. O financiamento do governo brasileiro existia desde 1987.

O curso cubano não tem peso universitário – não é uma graduação ou pós-graduação – e tem duração de três anos. Os selecionados também recebiam pagamento da hospedagem, alimentação, transporte entre Havana e San Antonio de los Baños (município a sudoeste de Havana onde fica a escola), assistência médica e material para produção de cinema e vídeo.

Manuela Dias, responsável pelos roteiros das minisséries Justiça Ligações Perigosas, transmitidas pela Rede Globo, foi uma das estudantes da EICTV.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!