DOE

Governo acaba com bolsa para estudar cinema em Cuba que existia há 30 anos

O governo brasileiro encerrou, no começo desse ano, o financiamento para aqueles que desejassem estudar na Escola de Cinema e TV de Cuba (EICTV). Por meio da Secretaria do Audiovisual, o Ministério da Cultura (MinC) financiava, com o dinheiro dos pagadores de impostos brasileiros, bolsas de € 11.250,00 (R$ 38.000,00) para estudantes de cinema que quisessem “ir pra Cuba” estudar. O financiamento do governo brasileiro existia desde 1987.

O curso cubano não tem peso universitário – não é uma graduação ou pós-graduação – e tem duração de três anos. Os selecionados também recebiam pagamento da hospedagem, alimentação, transporte entre Havana e San Antonio de los Baños (município a sudoeste de Havana onde fica a escola), assistência médica e material para produção de cinema e vídeo.

Manuela Dias, responsável pelos roteiros das minisséries Justiça Ligações Perigosas, transmitidas pela Rede Globo, foi uma das estudantes da EICTV.

Compartilhe nas redes sociais:

Mais Recentes

ILISP se reúne com a secretária de Videira/SC para avançar o projeto Liberdade para Trabalhar.
O ILISP se reuniu hoje (01/junho)...
Liberdade para Trabalhar avança em Indiaroba/SE
A cidade de Indiaroba, no estado...
ILISP vence prêmio de melhor projeto liberal da América Latina
O Instituto Liberal de São Paulo...
Boa Vista/RR se torna a capital mais livre para trabalhar do Brasil
A cidade de Boa Vista, capital...
Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...