HQ feminista da Marvel fracassa em vendas e é extinta na oitava edição

Em mais um capítulo da saga “lacradora” da Marvel nas histórias em quadrinhos, a revista The Unstoppable Wasp (“A Imparável Vespa”), declaradamente feminista, foi extinta depois de apenas oito edições irem às bancas.

Criada para “empoderar jovens mulheres”, a nova versão da “Vespa” trazia uma desconhecida filha do herói original, Hank Pym, cuja missão era, basicamente, procurar outras heroínas para compor a G.I.R.L. – Genious in Action Research Labs. Seu “superpoder”? Pensar.

Nadia, a nova Vespa "Imparável": HQ feminista parou depois de apenas oito edições
Nadia, a nova Vespa “Imparável”: HQ feminista parou depois de apenas oito edições

O resultado de tanto “empoderamento” foi um fracasso de vendas. Sem ser sustentada pela militância justiceira social – que chora muito na Internet, mas não sustenta com o próprio dinheiro o que apoia – a revista vendeu às lojas apenas 7431 revistas em julho e foi extinta pela Marvel.

11 COMENTÁRIOS

  1. Nada melhor que ver empresas sjw se fodendo, querem agradar as “minorias” e esquecem que não são eles que consomem seus produtos

  2. Não li a revista e sinceramente talvez nunca lerei.
    Mas os leitores de HQ da Marvel querem ler/ver coisas do tipo
    Wolverine vs Dentes-de-sabre, Magneto vs Xavier, Justiceiro vs Retalho, Vingadores vs Thanos, Homem Aranha vs Duende Verde.
    Eles não querem saber muito de lições de moral, realidade ou narrativa políticas, aliás, isso deixa qualquer revistinha em quadrinho muito chata!

  3. Queriam fazer sucesso com uma revista feminista se quem mais consomo HQ são homens? Creio que a Marvel estava com o estágiario rendendo as férias do diretor de marketing quando essa porcaria foi lançada.

    • Na verdade tem mulheres que leem HQ, mas quem fica fazendo textão de não ter heroina feminista e emponderada nas HQs nem compra, ou recebe noticia dos amiguinhos nerds que querem pegar, ou pirateia na cara dura

    • Kkkkkkkkkkkk justamente kkkkk. Se esse poder fosse fazer mil publicações em redes sociais em apoio ao feminazismo e repúdio a todos os seres humanos do sexo musculino por serem “estupradores em potencial” sem exceção, ai sim seria um poder que representasse mais elas

  4. Ainda bem… fracassando lá nos USA, esta porcaria não é publicada aqui no Brasil. Gastar dinheiro com isso pra completar coleção seria impensável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here