DOE

Inspirado em Stalin e Trotsky, Maduro decreta trabalho forçado no campo para venezuelanos

Em uma decisão muito similar à de Stalin, que obrigou milhares de pessoas a trabalharem de forma forçada (nos gulags), o ditador socialista da Venezuela, Nicolás Maduro, publicou um novo decreto na última quinta (28) estabelecendo que os venezuelanos serão obrigados a trabalhar em fazendas por até 60 dias – prorrogáveis por períodos indefinidos – para combater a escassez de alimentos. A nova normal vale tanto para funcionários públicos quanto privados.

A ideia de trabalho forçado no campo nos regimes comunistas surgiu inicialmente com Trotsky, que em sua obra “Terrorism and Communism” afirma que, na lógica comunista, “aqueles que não trabalham não devem comer” – e, portanto, o estado deve obrigar os trabalhadores a trabalhar de forma forçada no campo.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!