DOE

Larvicida usado pelo Ministério da Saúde no combate ao aedes pode gerar microcefalia

Após a Colômbia e El Salvador declararem que nenhuma de suas grávidas infectadas com zika vírus registraram microcefalia em seus fetos, médicos argentinos e brasileiros têm um novo suspeito: o Pyriproxyfen, um larvicida usado na água e utilizado em programas do Ministério da Saúde brasileiro para evitar o crescimento das larvas de aedes aegypti. O químico é utilizado em tanques de água potável no Brasil pelo Ministério da Saúde desde 2014, especialmente em regiões com saneamento básico precário, como o interior do Nordeste, principal foco do surto de microcefalia. O Pyriproxyfen passou a ser utilizado depois que o larvicida anterior, Temephos, se mostrou ineficiente contra o mosquito, e é recomendado pela Organização Mundial da Saúde, ligada à ONU.

A Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) divulgou na última semana uma nota técnica apontando que o uso do Pyriproxyfen pode ter relação com os casos de microcefalia. O químico também foi apontado pela Red Universitaria de Ambiente y Salud como um possível causador da microcefalia.

Com informações do Diário de Pernambuco, Zero Hora e EBS

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!