Mãe que incentiva filha a tocar homem nu é militante do PT e trabalhou para o Itaú

A mãe da criança que toca o “coreógrafo” Wagner Schwartz, nu em um tablado, durante a abertura da exposição “35º Panorama da Arte Brasileira – 2017″ no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) é militante do PT e trabalhou até poucos meses em um projeto do Banco Itaú – o mesmo que patrocina o MAM por meio da Lei Rouanet, mentiu ao afirmar que não patrocina o museu e tem uma de suas sócias, Milú Villela, como presidente do MAM.

De acordo com informações fornecidas pelo MAM ao G1, o público presente na performance era formado essencialmente por artistas e uma das pessoas que prestigiou a apresentação foi a coreógrafa Elisabete Finger acompanhada da filha. O vídeo (acima) que viralizou nas redes sociais mostra o momento em que Schwartz está nu enquanto Elisabete incentiva a filha a tocá-lo.

De acordo com posts públicos no perfil de Elisabete no Facebook – o qual foi fechado para amigos após a divulgação de seu nome – a coreógrafa é militante do Partido dos Trabalhadores (PT), apoiando desde a campanha de Dilma Rousseff em 2014 até o atual “Fora Temer”.

Elisabete Finger em 2014: apoio à campanha de Dilma
Elisabete Finger em 2014: apoio à campanha de Dilma
Elisabete Finger em 2017: "Fora Temer" em companhia da filha incentivada a tocar coreógrafo nu
Elisabete Finger em 2017: “Fora Temer” em companhia da filha incentivada a tocar coreógrafo nu (rosto da filha borrado por nós)

As coincidências não param por aí. Elisabete Finger trabalhou por três anos e meio (até junho de 2017) como apresentadora de um projeto do Itaú Cultural chamado “Discoreografia – Música, Dança e Blá, Blá, Blá“, braço cultural do Banco Itaú que também é financiado por meio da Lei Rouanet. Na terceira edição do programa, que foi ao ar em 25 de fevereiro de 2014, Elisabete entrevistou o próprio coreógrafo Wagner Schwartz, aquele que incentiva sua filha a tocar enquanto ele está nu. De acordo com a descrição do programa, os trabalhos de Wagner “transitam entre práticas e culturas diferentes” tornando “viável a fisicalidade dos seus experimentos”.

Cabe lembrar que o presidente do Itaú, Roberto Setúbal, defendeu em 2015 que Dilma continuasse no cargo de Presidente da República.

Saiba mais:

Museu de Arte Moderna de São Paulo faz exposição onde crianças tocam homem nu (veja)

Museu com exposição onde crianças tocam homem nu é financiado pelo Itaú via Lei Rouanet

Temendo boicote, Itaú mente ao afirmar que não patrocinou mostra com pedofilia

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...
ILISP processa governo federal contra plano de R$ 250 milhões para distribuir cloroquina
O Instituto Liberal de São Paulo...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!