DOE

Menos de 12 horas após a posse de Temer, “Humaniza Redes” some das redes sociais

Em menos de 12 horas após a posse de Michel Temer como presidente interino, os efeitos já começam a ser sentidos. Pelo menos na Internet. Os perfis do “Humaniza Redes” no Facebook e no Twitter saíram do ar esta noite, sem qualquer aviso prévio. O site da iniciativa, bem como os perfis no Google Plus, Instagram e Youtube, que possuem menos seguidores, por enquanto continuam no ar.

O “Humaniza Redes” é uma iniciativa criada pelo governo Dilma Rousseff há um ano para “humanizar” as redes por meio do patrulhamento “politicamente correto” nas redes sociais. Por meio da iniciativa – a qual pagou 300 mil reais por um logo e custa 120 mil reais por mês aos pagadores de impostos – qualquer usuário da Internet poderia denunciar outro(s) usuário(s) por qualquer texto ou comentário que não fosse “humanizado”, o que na prática significa a censura à liberdade de expressão na Internet.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!