DOE

Mesmo com crise, relator do orçamento da União eleva verba para partidos políticos

O relator do Orçamento de 2017, o senador Eduardo Braga (PMDB-AM), resolveu elevar o valor previsto para o fundo partidário, o dinheiro dos pagadores de impostos que financia os partidos políticos. O orçamento previa que R$ 309,2 milhões seriam destinados ao fundo, mas mesmo com a crise econômica e o rombo nas contas do estado – o déficit previsto para 2017 é de R$ 130 bilhões – o valor foi elevado pelo relator para R$ 819,1 milhões, o mesmo valor divido entre os partidos em 2016.
Para fechar a conta, Braga cortou R$ 500 milhões em despesas de custeio, excluindo as áreas de Saúde, Educação e Segurança. O relatório ainda precisa passar pela Comissão Mista de Orçamento e ser votado em plenário pelo Congresso Nacional.
Cabe lembrar que o senador Eduardo Braga teve seu nome citado pelo ex-diretor da Odebrecht, Cláudio Melo Filho, na delação que detalhou os pagamentos de propina a políticos do PMDB.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!