DOE

Para combater “islamofobia”, capital da Austrália torna crime “ofender” religiosos

Para combater uma suposta “islamofobia” dos moradores do Território da Capital da Austrália, Camberra, o parlamento do território aprovou uma nova lei que torna crime, com multa de até $7500 dólares australianos, “vilipendiar” religiosos.

A medida foi aprovada depois que um estudo da University of South Australia mostrou que 10% dos australianos são “islamofóbicos” e “frequentemente, quase constantemente, expõem islâmicos à discriminação, vilipêndio e condutas ofensivas”.

A lei inclui a criminalização de posts em redes sociais, ações em locais públicos e até mesmo privados que “ofendam” religiosos, bem como o uso de roupas, símbolos ou bandeiras que “incitem o ódio” contra religiosos.

A mudança foi criticada por ir contra a liberdade de expressão e definir o termo “ofensa” de forma muito ampla, permitindo que qualquer conduta que desagrade um religioso seja criminalizada.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!