DOE

Presidiários constroem casas de madeira para cães abandonados (assista)

Um projeto social em prol dos animais de rua vem ganhando força no presídio regional da cidade de Pelotas (RS): a construção de casinhas de madeira para cães abandonados. Em três meses, 60 unidades foram produzidas. A ideia surgiu do projeto “Meu Cão, Minha Vida”, idealizado por estudantes, em parceria com o administrador do presídio, Fluvio Bubols, que cede a mão-de-obra dos presos que atuam na oficina de marcenaria.

Com o frio mais rigoroso das últimas semanas os trabalhos foram intensificados. A madeira, os pregos e as telhas usados para construir as casinhas são doadas. Conforme o diretor do presídio, os pedidos por mais abrigos para os animais têm aumentado a cada dia e as redes sociais têm sido usadas para pedir mais doações. Confira:

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!