DOE

Sem imposto sindical, Sindicato dos Jornalistas pode fechar

A extinção do imposto sindical trazida pela reforma trabalhista levará ao fechamento dos sindicatos que não recebem pagamentos voluntários de seus supostos representados. Este é o caso do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJP-MG) que pode fechar as portas em breve.

De acordo com “O Tempo”, a receita da entidade caiu de R$ 50 mil reais em julho de 2017 para R$ 15 mil após o fim do imposto sindical. Enquanto isso, as despesas mensais ultrapassam R$ 30 mil. Para tentar sobreviver, o sindicato alugará parte de sua sede – um imóvel no centro de Belo Horizonte conhecido como “Casa do Jornalista” – enquanto busca um investidor que deseje construir um prédio no terreno, o que geraria renda permanente para o sindicato.

De acordo com o próprio SJP-MG, a entidade possui 3 mil associados, mas apenas 493 estão com anuidades em dia. O sindicato precisa que mais 1.250 jornalistas paguem anuidades para continuar aberto pelos próximos 10 meses, considerando as despesas atuais. A anuidade custa R$ 255 para jornalistas da capital e R$ 129 para jornalistas do interior.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!