DOE

Senado transforma Dilma em ré e aprova avanço do processo de impeachment para etapa final

Por 59 votos a favor e 21 votos contrários, o Senado Federal tornou ré a presidente afastada Dilma Rousseff por quatro crimes de responsabilidade fiscal e aprovou o avanço do processo de impeachment para a sua última etapa. A sessão foi iniciada às 9h45 de ontem (09) e a votação do texto principal do relatório de impeachment foi concluída somente às 1h30 de hoje (10). Era necessária a maioria simples dos senadores presentes (41 votos) para que a aprovação acontecesse.

Para que Dilma seja definitivamente impedida, com o presidente interino Michel Temer assumindo a presidência de forma definitiva até 31 de dezembro de 2018, serão necessários os votos favoráveis de 54 dos 81 senadores na votação final, que deve ocorrer entre os dias 23 e 26 de agosto.

Compartilhe nas redes sociais:

Mais Recentes

Jaboatão dos Guararapes se torna a cidade com mais Liberdade para Trabalhar do Brasil com apoio do ILISP
No dia 13 de novembro de...
Presidente do ILISP conversa com governador de Goiás para aumentar Liberdade para Trabalhar no estado
O presidente do ILISP Marcelo Faria...
Projeto do ILISP é considerado um dos 6 melhores do mundo e concorrerá a prêmio mundial
O projeto Liberdade para Trabalhar do...
Estado do Paraná regula Lei de Liberdade Econômica com apoio do ILISP
O governador Carlos Massa Ratinho Junior...
Bagé-RS recebe prêmio como município com mais Liberdade para Trabalhar no Brasil
A cidade de Bagé, no Rio...
Fórum Liberal 2023: Boa Vista-RR recebe prêmio de capital com mais Liberdade para Trabalhar
A capital de Roraima, Boa Vista,...