DOE

Teve golpe: “Aquarius”, filme feito com seu dinheiro, é derrotado em Cannes

O filme “Aquarius” – autorizado a captar 2,9 milhões de reais via Lei Rouanet, feito por um diretor que é funcionário estatal comissionado da Fundação Joaquim Nabuco em Pernambuco e que também recebeu 1 milhão de reais do BNDES – foi derrotado em todas as categorias pelas quais concorreu em Cannes.

O diretor e roteirista Kleber Mendonça, bem como a atriz Sonia Braga, que protagonizaram a patética cena de “plaquinhas denunciando o golpe” no tapete vermelho de Cannes, foram respectivamente derrotados no prêmio de melhor roteiro para o iraniano Asghar Farhadi (“Forushande”) e melhor atriz para a filipina Jaclyn Jose (“Ma’Rosa”). Por fim, a a Palma de Ouro de melhor filme ficou com o longa “I, Daniel Blake”, do diretor britânico Ken Loach.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!