Trabalhadores pobres recebem multa de R$ 4 mil por falta de alvará para lavar carros na rua

Em pleno caos social e econômico causado pela pandemia – com 12,9 milhões de desempregados espalhados pelas cinco regiões do país – muitas pessoas arriscam suas vidas e buscam trabalhar nas condições mais desafiantes e insalubres em nome da sobrevivência e do sustento da sua família.

Este era o caso do gaúcho Valter Hugo Chaves Júnior e sua mãe, que devido ao desemprego começaram a trabalhar lavando carros nas ruas para obter o seu sustento.

No entanto, a prefeitura de Porto Alegre, comandada por Nelson Marchezan Jr. (PSDB), ao tomar conhecimento do serviço prestado pela família, decidiu multá-los em R$ 4.000,00 por não possuírem alvará do corpo de bombeiros para lavar carros na rua. O caso foi divulgado ontem, nas redes sociais, onde obteve grande repercussão.

Devido a uma burocracia estatal desnecessária, mais uma família perdeu seu meio de sustento. Para o estado, você pode “estar matando” ou “estar roubando” na rua, só não pode trabalhar sem a autorização da prefeitura.

 

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!