DOE

TSE impede candidatura do criminoso Lula com base na Lei da Ficha Limpa

Com 6 votos a favor (Luís Roberto Barroso, Jorge Mussi, Og Fernandes, Admar Gonzaga Neto, Tarcísio Vieira de Carvalho e Rosa Weber) e 1 voto contrário (Edson Fachin), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) impediu a candidatura do criminoso Lula (PT) à presidência da República.

Preso por 12 anos e 1 mês por corrupção e lavagem de dinheiro, Lula não poderá lançar candidatura, constar nas propagandas de rádio e televisão como candidato e nem participar de demais atos de campanha. O PT terá um prazo de 10 dias para substituir o bandido na chapa presidencial.

A candidatura de Lula foi indeferida com base em uma lei sancionada pelo próprio Lula: a “Lei da Ficha Limpa” (Lei Complementar n° 135/2010), a qual impede a candidatura de condenados por corrupção e outros crimes em órgão colegiado. Lula foi condenado pelo TRF-4, um órgão colegiado de segunda instância, no dia 24 de janeiro de 2018.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!