DOE

Venezuelanas vendem os próprios cabelos para comprar comida, fraldas e remédios

Vivendo em uma situação de crise econômica alarmante graças ao socialismo, os venezuelanos se sacrificam de diversas maneiras para sobreviver. Além de caçarem animais para se alimentar e da crescente prostituição infantil no país, as mulheres encontraram uma nova maneira para conseguir arrecadar um pouco de dinheiro para mantimentos básicos como comida, fraldas e remédios: vender seus cabelos. A compra e venda acontece em uma ponte que liga a cidade venezuelana de San Antônio à colombiana La Parada.

Cerca de 200 mulheres por dia negociam cabelos no local. Os valores arrecadados por elas podem chegar a 60 mil pesos (cerca de 80 reais), o equivalente ao salário mínimo oficial no país. As mulheres passam algumas horas nas filas para vender seus cabelos e depois vão comprar mantimentos com os filhos no colo.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!