DOE

Vereador considera uso da cor preta durante luto como “racismo” e quer mudá-la para o cinza

Em mais um projeto de “alta relevância” para os pagadores de impostos, o vereador Edson Sousa (PMDB) quer alterar a cor que simboliza o luto oficial na cidade de Divinópolis – MG para cinza, ao invés da tradicional cor preta. E o motivo é o mais absurdo possível: evitar “agredir a identidade negra”.

De acordo com o Projeto de Lei n° 83/2017, apresentado pelo pmdbista no último dia 20 de junho,  “as palavras preto/preta em nosso país se tornaram formas de expressões para agredir a identidade e cultura negra”, dado que “expressões como ‘dia de preto’, ‘coisa de preto’ e ‘a coisa está preta'” continuam sendo utilizadas. Segundo o vereador, isso “demostra que a palavra ‘preto’ ainda está sendo muito usada para perpetuar os conceitos de cunho racista”.

Segundo a lógica do vereador, que é ligado ao movimento racista negro e líder do governo na Câmara dos Vereadores, a cidade deve alterar a cor do luto oficial do preto para cinza, a fim de “esvaziar a cor/palavra preto de seu caráter pejorativo, convertendo a simbologia cromática do luto num termo positivo socialmente e assim neutralizar os poderes ofensivos das armas mais usuais do racismo: a linguagem”. Seria iniciada, dessa forma, “uma mudança cultural, começando pelo município de Divinópolis”.

Cabe lembrar que a associação do preto com o luto nada tem a ver com o racismo. O uso do preto durante o luto começou na Idade Média, durante o período gótico, por causa do grande número de pessoas que morriam em sofrimento, seja por doenças ou violência. As pessoas relacionaram essa cor à dor e à ausência de luz, portanto, de vida. Esse costume acabou se consolidando e foi adotado por várias culturas ao longo dos séculos.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!