DOE

13 causas que os artistas da Rede Globo nunca apoiaram

Artistas ricos e famosos – quase todos ligados à Rede Globo – liderados por Caetano Veloso protagonizaram mais um vexame. Indiferentes ao colapso da segurança pública no Rio de Janeiro, produziram um vídeo contra a intervenção federal que, por mais atrapalhada que seja, é um alento para a população que sofre diretamente com a violência. Tanto que 85% da população apoia a medida.

https://www.facebook.com/XoVampirao/videos/2397940856898517/

 

Abaixo, listo algumas campanhas que a sociedade adoraria vê-los fazendo, mas que eles nunca apoiaram:

  1. Estímulo ao estudo e ao trabalho

Os artistas da Rede Globo poderiam utilizar a fama e o espaço que têm na grande imprensa para percorrer as maiores favelas brasileiras, oferecer projeção aos jovens que rejeitam o crime em nome de uma vida digna e honesta e encorajar outros jovens a fazerem o mesmo.

2. Estímulo à caridade privada

Imagine se cada um desses artistas visitasse um orfanato por mês ou mostrasse as causas para as quais doam dinheiro próprio mensalmente, pedindo aos fãs que fizessem o mesmo.

3. Não se pode ter luxo onde se tem pobreza

Já que sempre atacam a “elite”, os artistas da Rede Globo poderiam provar que não fazem parte dela por meio de uma campanha para que seus fãs de classe média e alta destinassem à caridade o dinheiro que gastariam com roupas, viagens e restaurantes bacanas.

4. Semana sem drogas

Imagine a quantidade de dinheiro que seria arrecadada se esses artistas promovessem uma campanha pedindo que os eleitores do PSOL deixassem de farrear e se drogar por um final de semana por mês, utilizando o dinheiro economizado para dar aos mais pobres que eles dizem querer ajudar. Imagine!

5. Crowdfunding para caridade

O que impede que pessoas como Gregório Duvivier, com quase 1 milhão de seguidores no Facebook, promovam campanhas de arrecadação de dinheiro para construir creches ou ajudar famílias vítimas da violência? Nada, mas não o fazem.

6. Divulgação de pequenos negócios

Imagine se os atores da Rede Globo resolvessem, toda semana, dar as caras numa favela para divulgar o pequeno negócio de alguém, comer um PF em um boteco ou fazer o cabelo em um pequeno salão, aproveitando a oportunidade para pedir menos impostos e burocracia para esses e todos os empreendedores.

7. Além da CLT!

Como os artistas da Rede Globo adoram a CLT – apesar de utilizarem Pessoas Jurídicas (PJs) para fugir da CLT – eles poderiam fundar empresas comprometidas em contratar “excluídos pelo capitalismo”, pagando todos os “direitos trabalhistas” que tanto defendem.

Poderiam, também, deixar de trabalhar para produtoras e veículos de comunicação que tenham funcionários que não são celetistas. Fora PJs!

8. Mi casa, su casa

Seria o tema da campanha em que os artistas destinariam um dos imóveis milionários – como os R$ 60 milhões de reais em imóveis de Caetano Veloso, por exemplo – que possuem para os sem-teto. Um quartinho em suas próprias casas, pelo menos! Com isso, eles estimulariam seus fãs a fazerem o mesmo, pondo fim à falta de habitação.

9. Manifestação contra a corrupção

A Lava Jato, sozinha e em menos de 4 anos, colocou na cadeia quase 120 corruptos, mais do que tudo o que foi feito pelo restante da justiça brasileira até hoje. Foram presos políticos poderosos, grandes empresários e altos funcionários do governo que roubaram bilhões. Apesar disso, há grande movimentação de políticos e do STF para acabar com a operação.

Sendo assim, não seria algo pertinente que artistas como Camila Pitanga e Letícia Sabatella utilizassem a popularidade para apoiar a Lava Jato, exigindo que políticos de todos os partidos sejam punidos exemplarmente, ao invés de apoiar políticos condenados pela justiça?

10. Somos todos venezuelanos!

Os artistas da Globo poderiam lançar uma campanha de arrecadação de fundos para os refugiados do socialismo na Venezuela. Dinheiro para alojamentos, comida, tratamentos médicos descentes, etc. Melhor, eles mesmos poderiam ir à Roraima recepcionar os milhares de venezuelanos que chegam todos os dias.

11. Diga não à escravidão!

É comum artistas se manifestarem contra as empresas que utilizam trabalho escravo. Bravo! Sendo assim, creio que seria coerente eles expandirem essa indignação para as ditaduras socialistas de Cuba e Coreia do Norte. Esses países são os únicos que proíbem seus cidadãos de irem embora, obrigando-os a passar a vida trabalhando, em péssimas condições, para sustentar elites políticas e militares. Ou seja, são dois regimes que mantém suas populações em regime de escravidão.

Nessa campanha, eles repudiariam todo partido político e movimento que apoie essas ditaduras e publicariam um vídeo dizendo: “Não apoie a escravidão. Não vote em partidos que apoiam as ditaduras socialistas”.

12 – Diga não às grandes corporações capitalistas!

Desde sempre escuto artistas da Rede Globo dizendo que são contra o capitalismo, contra as grandes corporações, etc. Sendo assim, chegou a hora deles iniciarem uma campanha de boicote a todas essas empresas, começando por recusar todo tipo de patrocínio e campanhas de publicidade feitas por multinacionais, além de deixarem de participar de programas de grandes grupos de comunicação como a Rede Globo.

13 – Vivência solidária e distribuição de renda

Imagine a repercussão se Sônia Braga, por exemplo, trocasse seu apartamento em Nova Iorque por um barraco na favela por uma semana e convidasse seus fãs a fazerem o mesmo pagando diárias? Certamente ajudaria na renda das famílias mais pobres.

O que impede os artistas de fazerem essas coisas?

Eu não concordo com a tese de que a riqueza de uns é resultado da pobreza de outros, mas, se esses artistas acreditam mesmo nisso, não seria a hora deles serem o exemplo do que cobram que os outros sejam?

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!