Governo da Venezuela confisca remédios e comida enviados para ajudar população carente

Os oficiais da alfândega da Venezuela confiscaram um carregamento de remédios e comida que seriam doados pela Caritas, uma instituição de caridade católica, para a população pobre do país que sofre com a falta de produtos básicos graças ao socialismo.

O governo venezuelano informou que a importação “não foi autorizada”, enquanto a Caritas respondeu que houve diversos pedidos de autorização para autorização da carga, mas que todos foram ignorados pelas autoridades socialistas.

A carga continha 75.000 pacotes de remédios bem como alimentos básicos e chegou ao país em agosto. Entretanto, como “os países corretos” não acompanhavam a carga, a ditadura venezuelana confiscou a carga. A Federação Farmacêutica da Venezuela estima que 85% dos remédios do país estão em falta, o que tem levado a população a usar remédios veterinários para sobreviver.

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here