DOE

Governo da Venezuela confisca remédios e comida enviados para ajudar população carente

Os oficiais da alfândega da Venezuela confiscaram um carregamento de remédios e comida que seriam doados pela Caritas, uma instituição de caridade católica, para a população pobre do país que sofre com a falta de produtos básicos graças ao socialismo.

O governo venezuelano informou que a importação “não foi autorizada”, enquanto a Caritas respondeu que houve diversos pedidos de autorização para autorização da carga, mas que todos foram ignorados pelas autoridades socialistas.

A carga continha 75.000 pacotes de remédios bem como alimentos básicos e chegou ao país em agosto. Entretanto, como “os países corretos” não acompanhavam a carga, a ditadura venezuelana confiscou a carga. A Federação Farmacêutica da Venezuela estima que 85% dos remédios do país estão em falta, o que tem levado a população a usar remédios veterinários para sobreviver.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!