Macri acaba com o “almoço grátis” dos funcionários públicos na Casa Rosada

Em mais uma medida para reduzir as regalias estatais criadas pelo governo da esquerdista Cristina Kirchner, a Secretaria Geral da Presidência da Argentina criou um novo regulamento para a Casa Rosada, sede da presidência argentina: a partir de 22 de fevereiro, os funcionários do local terão a disposição, “gratuitamente”, apenas água, chá e café. Qualquer outra comida ou bebida deverá ser paga. A medida inclui o próprio presidente, Maurício Macri, e os ministros de estado.
A medida segue a linha adotada pelo governo Macri de gastar cada vez menos recursos dos pagadores de impostos com a estrutura estatal, como a viagem de Macri e sua comitiva ao Fórum de Davos, feita em avião comercial e com almoços nos restaurantes mais baratos da Suíça.

Com informações do La Nacion

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here