DOE

Assembleia da França aprova lei que torna crime falar contra o aborto na internet

Dias depois do Conselho de Estado Francês proibir um vídeo favorável às pessoas com Síndrome de Down para evitar que mães que mataram seus filhos por esse motivo “fiquem traumatizadas”, a Assembleia Nacional da França aprovou uma lei para banir sites da Internet que fornecerem informações contra o aborto, incluindo a oferta de números de telefone que ofereçam ajuda às grávidas que desejem manter sua gravidez.

A proposta do governo socialista francês pretende criminalizar qualquer website que “intimide, exerça pressão psicológica ou moral” nas mulheres que buscam informações para assassinar voluntariamente seus filhos, incluindo uma multa aos websites anti-aborto que pode chegar a 30 mil euros e dois anos de prisão.

Para entrar em vigor, a medida também deve ser aprovada pelo Senado francês e sancionada pelo presidente socialista François Hollande.

A França legalizou o assassinato da vida em formação, vulgo aborto, há 40 anos, e já possui uma lei que criminaliza quem intimidar ou pressionar uma mulher para evitar que ela aborte, incluindo o próprio pai.

O líder nas pesquisas para a eleição presidencial francesa em 2017, François Fillon, do Partido Republicano, afirmou no começo do ano que é contra o aborto.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!