DOE

Fracasso do ano, filme do “Porta dos Fundos” foi retirado dos cinemas antes do previsto

Mesmo tendo contado com ampla divulgação nas redes sociais, jornais, revistas e televisões – sendo um dos filmes brasileiros mais badalados pela mídia e com maior divulgação dos últimos anos -, além de ter estreado em 515 salas de cinema pelo país, o filme “Contrato Vitalício”, do Porta dos Fundos, se tornou um dos maiores fracassos de bilheteria do ano.

Financiado com dinheiro de milhões de pagadores de impostos brasileiros (3,5 milhões de reais de uma lei similar à Lei Rouanet), o filme atingiu uma bilheteria total de 460 mil pessoas em todo o país e R$ 6,2 milhões de faturamento (que não voltarão para os bolsos dos pagadores de impostos que financiaram o filme). Com o fracasso, o filme foi retirado dos cinemas às pressas, com apenas três semanas de exibição, quando o previsto era que ficasse dois meses em cartaz.

O filme brasileiro mais visto no ano, “Um Suburbano Sortudo”, ficou um mês e meio em cartaz e atingiu uma bilheteria de 1,07 milhão de pessoas, e a previsão da produtora e de parte dos analistas do mercado era que o filme do Porta dos Fundos atingisse bilheteria similar. A equipe do filme e alguns críticos de cinema culparam as animações americanas, que atraíram milhares de espectadores aos cinemas quando o filme do Porta dos Fundos estava em cartaz, e o brasileiro “Carrossel 2 — O Sumiço de Maria Joaquina” pelo insucesso, e não o boicote do público pagante ao grupo.

Dessa forma, fica fácil entender por que artistas como Gregório Duvivier não são fãs do livre mercado: porque quando há liberdade, filmes como esse provavelmente sequer teriam sido feitos de forma privada, dado o baixo interesse do público.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!