DOE

Doria aprova mais impostos sobre Netflix e Spotify e defende que “igrejas paguem também”

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), declarou nesta quinta-feira (16) que “as igrejas podem e devem pagar impostos também”. A declaração foi feita após Doria sancionar, na última quarta-feira (15), a Lei 16.575/17, que instituiu mudanças na cobrança de Imposto Sobre Serviços (ISS), o que incluiu a cobrança de taxas a serviços de streaming, como Netflix e Spotify, com alíquota 45% superior à alíquota mínima federal. Ele vetou, contudo, uma emenda proposta pelo vereador Eduardo Tuma (PSDB) que garantia isenção a templos religiosos.

“Não faz sentido: as igrejas podem e devem pagar impostos também. Nós precisamos ter critério na cidade e esse foi o objetivo do veto a esse tema.”, declarou Doria.

O prefeito também defendeu a cobrança para serviços de streaming desde que “justos”. “Eu não vejo também por que razão serviços internacionais que ganham dinheiro aqui, no Brasil, possam estar isentos de pagamento dos seus impostos”, disse.

Há dois meses, Doria afirmou que Netflix e Spotify deveriam pagar mais impostos “sem aumentar preços porque são ricas”.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!